OBRAS LITERÁRIAS EM
FORMATO MULTIMÍDIA

A VACA MINUCIOSA

de Pochyua Andrade

ilustração de Nestor Jr.

a vaca minuciosa.png

Com narração da atriz Viviana Borchardt e trilha sonora do autor Pochyua Andrade, a obra integra a programação em versão digital e conta com audiodescrição das ilustrações de Nestor Junior. A fábula contemporânea parte da amizade entre a vaca Minuciosa e a menina Josefina, trazendo como enredo as aventuras e as filosofias da protagonista na descoberta de paisagens, amigos e de novas experiências.  O livro, que já conta com uma adaptação em espetáculo de contação de histórias, torna-se agora uma opção de fruição inclusiva, com conteúdo acessível para crianças e adultos cegos ou com baixa visão, pessoas com dislexia ou outras dificuldades com a leitura. 

Multimídia em 20 capítulos, acessível com audiodescrição
 

Logo_Audiodescrição.png
sereimar.png

SEREIMAR

livro mural de Luciano Pontes

A obra brinca em seu título com a figura lendária da sereia e do mar, criando um neologismo que soa como uma indagação: sereimar? E assim, numa sequência visual cria, em cada página, elementos e surpresas que trazem metáforas poéticas, que dialogam com o avanço das edificações gigantescas que estão sendo soterradas pela praia. Essa história sem palavras pode ser um conto de pescador e suas invenções ou pode ser um percurso de águas que ampliam nosso olhar para a vida.

Disponível no formato multimídia

GATO-ÁTOMO

de Patrícia Galelli

ilustração de René Gaertner

O livro traz as peripécias de uma menina que segue um gato invisível em aventuras cotidianamente inventadas. Átomo, a partícula que está em tudo, mas não é vista, compõe esse gato incomum. O texto “Gato-átomo” traz a voz da criança para contar por si o seu imaginário, a pulsão do brincar, a pulsação da invenção. A narrativa de Patrícia e as ilustrações de René Gaertner enfatizam a ambivalência das leituras: embora seja invisível, o gato aparece nas ilustrações, ora alaranjado e grande, ora pequenino e incolor, e, às vezes, surge de roupa sobre o infinito, num jogo que fomenta o gosto pelos livros e histórias e enfatiza a importância do universo lúdico na infância.

O livro nasceu do projeto “Gato-átomo: literatura e infância no Meio-Oeste catarinense”, viabilizado pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura, com recursos do Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura ⁄ Artes - Edição 2019, num trabalho colaborativo da escritora com a Sabiá Gestão Criativa. Nesta primeira edição do Sopros Literários a obra estreia a sua versão acessível em Libras - Língua Brasileira de Sinais para garantir a fruição para crianças surdas ou ensurdecidas e audiodescrição para crianças cegas ou com baixa visão.


gato atomo.png
Logo_Audiodescrição.png
Logo_Libras.png